<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Balancete Geral


Finalmente estamos no dia seguinte ao jogo com Angola.

Já não tinha mais paciência para o “povo irmão”, “encontro histórico”, “língua de Camões”, “lusofonia” etc, etc. Nos últimos dias foi uma competição entre jornalistas, comentadores, políticos, dirigentes desportivos e praticamente qualquer cromo que lhe aparecesse um câmara de televisão à frente, para ver quem é que dizia a lamechice mais politicamente correcta, daquelas que fica sempre bem dizer nestas alturas.

A mim ocorre-me que talvez a coisa seja exactamente ao contrário. Que não há aqui qualquer “encontro de irmãos” nem nenhum “afirmar da mundo português”.

Pensem bem. Quais eram as probabilidades de Portugal e Angola se defrontarem neste campeonato do mundo ? Para isso acontecer, como aconteceu, tiveram que concorrer as seguintes variáveis: - Portugal ir ao Mundial (é apenas a nossa quarta participação, pelo que nunca seria um dado adquirido); - Angola ir ao mundial (é a primeira vez que vai, pelo que está tudo dito); - o sorteio juntá-los no mesmo grupo. Repito-me : Quais eram as probabilidades de Portugal e Angola se defrontarem neste campeonato do mundo ? Poucas, muito poucas.

Resulta daqui, e como é lógico, que a probabilidade dos “países irmãos” se defrontarem num “encontro da lusofonia” para gáudio de toda a “comunidade portuguesa” por essa “diáspora” fora e desse modo “reafirmarem” a “língua comum” e os “laços comuns” e o “raio-que-os-parta comuns”, estava dependente de uma coisa tão simples como a bola bater na trave ou não. Isto não foi um "encontro histórico", foi um encontro casual, como são a seguir os encontro com o México e com o irão.

Por mim, apenas digo que ainda bem que os nossos “irmãos” não se lembraram de nos lesionar os jogadores como da última vez que a “lusofonia” se encontrou.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

12:19 PM

É uma espécie de colonialismo kitsch, que felizmente já terminou :)    



2:03 PM

bem dito ...    



9:04 PM

Very cool design! Useful information. Go on! » »    



» Post a Comment