<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Maya


Segundo o Diário de Notícias, a empresa de consultadoria Standard & Poor's fez um estudo sobre a evolução do preço do petróleo e “identificou quatro cenários possíveis”, sendo que na melhor da hipóteses o preço do barril mantém-se nos 70 dólares e na pior pode chegar aos 250 dólares. Segundo ainda o jornal, os analistas concluíram que "O tempo de duração do conflito, e a possibilidade de se alargar a outros países da região, irá determinar o futuro dos preços da energia".

Posso estar a ver mal a coisa, mas assim de repente estas conclusões parecem uma previsão da Maya. Assim de repente não me parece muito complicado fazer estudos sobre a evolução do preço do petróleo. Eu próprio, que percebo pouco menos que aquilo que o João Miranda nos ensina (e digo pouco menos porque nem sempre entendo tudo o que ele diz), também era capaz de fazer uma previsão destas, porque basicamente o que eles brilhantemente concluíram foi : ou fica tudo na mesma ou então é o caos.

E eu até vou mais longe. Aplicando o mesmo método científico, posso também concluir que amanhã ou a vida continua como sempre ou cai um meteorito, ou o Sócrates continua a PM ou cai o governo, ou os programas de televisão não começam a horas ou os programas de televisão não começam a horas, etc, etc.

Não é difícil, pois não ? Parece muito pouco para uma empresa de consultadoria, não parece ?

A não ser que a ideia fosse aproveitar o compreensível receio que nesta altura corre o mundo inteiro e apresentar um estudo que captasse a atenção dos media para os resultados, e assim conseguir que o nome da Standard & Poor's fosse para as parangonas. Claro que teria que ser sabiamente doseado. Teria que ser alarmista suficiente para chamar à atenção ($250), mas com um bitola segura para não correr o risco de mais tarde cair em descrédito ($70). E neste caso, já não é tanto astrologia mas antes o velho slogan do totoloto. É fácil, é barato e dá milhões.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

4:27 PM

Um pouco na senda do “estar vivo é o contrário de estar morto”    



4:40 PM

também :-)    



» Post a Comment