<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Peeping Tom

Por indicação do Karloos, fui ler o editorial do Manuel Tavares no Jogo.

Desde a mediatização feroz feita pelo "Donos da Bola", pouco ou nada se viu ou ouviu de Barata, mas eis que, há dias, ficámos a saber que o homem tem uma das suas empresas no escalão mais elevado das dívidas à Segurança Social.
Pena que o "Donos da Bola" já não exista para podermos perguntar aos seus mentores: Barata, lembram-se? Diz-vos alguma coisa?
Talvez tivessem uma vaga ideia... Quem sabe?!

Estas palavras ilustram na perfeição um dos riscos que se corria com a publicação dos devedores ao Estado. Que todos os peeping tom’s deste país fossem espreitar no buraquinho das listas para dar azo às suas vingançazinhas pessoais.

Objectivamente, a relação entre as acusações, (fundadas ou não), que o Barata fez na altura nos “Donos da Bola” não têm rigorosamente nada a ver com as dívidas que ele deve ou não deve à Segurança Social (ou a outra qualquer entidade). Do alto do seu púlpito, Manuel Tavares teve apenas um propósito : Denegrir a imagem de alguém de quem ele não gosta. Tão simples quanto isso.

A liberdade de imprensa não é perfeita, já o sabemos. Um jornal tanto pode servir para denunciar uma corrupção como para ser ele mesmo uma corja de corruptos. Mas o Estado é que não precisava de dar uma ajudinha.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

4:17 PM

Hmmm... percebo mas não sei se concordo. O que o Barata fez, aqui há uns anos, foi chegar ao programa da SIC e dizer "O árbitro do Porto-Dinamo Kiev(?) recebeu 10 mil contos para beneficiar o Porto". A SIC agradeceu, os jornalistas da Estação (pardon my French) bateram umas quantas de contentamento e pronto, viveram felizes para sempre. Provas? Baaahhh, já conseguimos chatear o Padrinho do futebol português e isso é que interessa.
Não sabia que Barata devia à Segurança Social, obviamnete, mas, tal como ao Manuel Tavares, dá-me um grande gozo ver o nome dele ali escarrapachado na lista de Devedores, mesmo que aquilo não venha a servir (a ele e a mim muito menos...) para nada.
Que o tipo é um aldrabão já todos sabíamos, mas assim dá mais credibilidade à coisa.    



4:44 PM

Nem de perto nem de longe eu estou a defender o que o Barata disse na altura. Pareceu claro que ele apenas quis chatear o Pinto da COsta e se bem me lembro até acabou por em tribnal pagar uma indemnização por difamação. Nem estou a defender os "Donos da Bola", um programa pouco mais que execrável.

Mas repito, o que é que isso tem a ver com dívidas de uma qualquer empresa sua à SS ?
Dever à SS é sinónimo de aldrabão ?

E se amanhã aparecesse o nome do Pinto da Costa por causa de uma empresa sua ? Eu, (que lhe tenho um ódio que nunca o escondi), teria o direito de o escrever aqui ? A resposta é não.    



9:59 AM

O 24 horas fez algo parecido com um famoso qualquer, que teve também por base essa lista (ou a outra, do imposto sobre rendimentos). O Independente e o Tal e Qual fizeram ene notícias baseados nas declarações de rendimentos dos políticos, qual elas começaram a ser obrigatórias. Tudo que ajudar a transparência significa obviamente que haverá mirones a batê-las, mas é um risco que vale a pena correr. Para o ano a lista será melhor, espero bem, deixará de ser novidade, e pode ser que os verdadeiros devedores se envergonhem.    



5:00 PM

O Manuel Tavares é mais um director "do" Patrão. Os directores de Jornais veiculam opiniões específicas, elegem alvos prioritários sempre com a ideia pré-definida pela qual foi contratado. O Barata mereceu censura na altura (não foi com o D. Kiev, foi o Porto-Aberdeen) como fala-barato. Pior estiveram os pretensos jornalistas da chafurdagem em que se formou a ideia dos Donos da Bola de Esterco. Manuel Tavares, agora, foi mesquinho e rasca nesta blague.    



» Post a Comment