<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://draft.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Filhos do 4º Trimestre

Manuel Câmara no Telescópio

Os jogadores durante a sua formação são agrupados por escalões com base no ano de nascimento. O argumento é que os jovens nascidos nos primeiros meses do ano vão ter tendencialmente uma maior maturidade que os que nasceram nos ultimos meses o que se pode traduzir numa vantagem significativa. Assim, os jogadores uns meses mais velhos vão ser em média melhores que os mais novos e por isso receberão mais atenção dos treinadores e terão maior confiança.


Já conhecia os números, mas confesso que não tinha ainda consciencializado o manto da injustiça que paira sobre nós. Por isso, bem haja ao Manuel Câmara pelo murro na mesa.

Segundo os números dos Freakonomics, quem nasce no primeiro trimestre tem mais possibilidade de ter sucesso no desporto e na vida, por contrapartida daqueles que nascem nos outros trimestres. E, está bem de ver, quem nasce no último está logo à partida condenado. OK, condenado é exagero, mas claramente prejudicados, sem dúvida. Digamos que é a mesma coisa que a vida posicionasse os que nascem no 4º trimestre um passo atrás da linha de partida. É justo ? Não é justo.

Como muito bem exige o Manuel Câmara, temos que reclamar do Estado um subsídio, uma compensação, uma ajuda de custo, enfim, não somos esquisitos com o nome que lhe queiram dar.
O que ambicionamos não é o conforto material nem o vil metal, mas antes o conforto moral. Exigimos da sociedade um olhar especial, um carinho. Numa palavra, amor. E se a melhor forma que o Estado encontrar para nos amar for um chequezinhos mensal … que diabo ! Aceitamos. Até porque, e para citar o Manuel Câmara – “Já vi o Estado distribuí-los por muito menos.”

Assim, proponho a criação dos Filhos do IV Trimestre. Uma associação sem outros fins que não seja apenas a união de todas as almas que sofreram e sofrem no silêncio de Janeiro a Setembro. Não temos ambição política, nem queremos mudar a Constituição. Quando muito o calendário escolar.

« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

9:14 AM

ahaha :=)    



12:25 PM

também és um filho do 4º trimestre ?    



7:13 PM

best regards, nice info order bontril bontril Discount zyrtec online    



» Post a Comment