<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

É de mim ...

31.8.04
ou os spin doctors do Paulo Portas estão a trabalhar muito mal ?

O Momento

Como disse o Bill Hicks, um feto só é um ser vivo depois de entrar na minha lista telefónica.

por Renato Russo

30.8.04
"Já que eles não pensam na gente, vamos a gente pensar na gente"

A propósito ...

29.8.04
Será que eu sou o único a reparar, que tirando o futebol, a RTP só transmite regularmente, em directo e no principal canal, a Fórmula 1 ?
Será que mais ninguém acha isto estranho ?

Como as coisas se fazem ...

Hoje, a final de Voleibol masculino dos Jogos Olímpicos foi transmitida em simultâneo pela RTP N, Sport TV e Eurosport.
Tudo canais de cabo, enquanto na RTP 1 decorria uma corrida de Fórmula 1 e a RTP 2 um programa que não registei.
Moral da história: Cria-se a necessidade e depois vende-se a sua satisfação.

Estranho radicalismo

28.8.04

Tenho uma teoria que estes dois em pequeninos como eram radicais e não se entendiam, tiraram à sorte para ver quem ficava à direita e à esquerda.

O Barco do Aborto

Se amanhã atracar o Barco do Charro, avisem por favor.

Há quem perceba o que isto quer dizer ... e há quem não perceba.



Sometimes you want to go
Where everybody knows your name.


Forever Young

Forever Young
Alphaville

Let's start in style, let's dance for a while
Heaven can wait we're only watching the skies
Hoping for the best, but expecting the worst
Are you gonna drop the bomb or not?
Let us stay young or let us live forever
We don't have the power, but we never say never
Sitting in the sandpit, life is a short trip
The music's for the sadman
Can you imagine when this race is won
Turn out all the faces into the sun
Praising our leaders, we're getting in tune
The music's played by the madman

Forever Young
I want to be Forever Young
Do you really want to live forever?
Forever, you'll never
Forever Young,
I want to be Forever Young
Do you really want to live forever?
Forever Young.

Some are like water, some are like the heat
Some are a melody and some are the beat
Sooner or later they all will be gone
Why don't they stay young?
It's so hard to get old without a cause
I don't want to perish like a fading horse
Years like diamonds in the sun
And diamonds are forever
So many advantages given up today
So many songs we forgot to play
So many dreams swinging out of the blue
Oh let it come true

Areia para os olhos

A propósito de um excelente post do Miguel Góis no Gato Fedorento sobre a questão dos deficientes e a sua condição, lembrei-me das Para-Olimpíadas.
O que é isto do "Para"?
Porque é que não é as Olimpíadas dos Deficientes?
Não é isso que eles são? Ou é por mudarmos o nome da condição que mudamos a sua condição?
Eles não são pessoas "Para", são pessoas deficientes. Que não conseguem entrar na maior parte dos edifícios, que não têm um verdadeiro acesso ao mundo do trabalho, que não têm uma verdadeira ajuda do Estado nem da sociedade.
É óbvio que não podiam competir com os não-deficientes, e é verdadeiramente heróica a sua simples presença na competição pois demonstra uma força de vontade que poucos têm, mas nem por isso deixa de ser lamentável a nossa atitude.
Como não fazemos nada, ou quase nada para melhorar verdadeiramente a sua qualidade de vida, o que é que fazemos? Mandamo-los para uns Jogos Olímpicos para se entreterem. Como se fosse um campo de férias para brincar. - "Aí ganhaste uma medalinha? Que bom, tás a ver. Por isso vê se te portas bem que nós gostamos muito de ti".
A prova disto é que Portugal, que bebe cada medalha dos Jogos Olímpicos como se estivesse no deserto, ignora quase por completo a quantidade enorme que os nossos "Paras" ganham. Porventura as "Para-Medalhas" não são de ouro como as outras? Não foram ganhas dentro do mesmo nível de competição?
Como diz e muito bem o Miguel Góis, eles só querem ser tratados como toda a gente. E assim sendo, quero ver a RTP a dar o mesmo tempo de antena, quero ver o Presidente da Répública a condecorá-los, quero ver pavilhões a receber o seu nome, quero ver homenagens, festas e fogo de artíficio.
Se são os meus olhos, eu escolho a areia.

A diferença

A diferença é que o Francis Obikwelu é Nigeriano por acaso e Português de coração,
e o Deco é Brasileiro de coração e Português por acaso.

Quem é que não fica curioso ?

27.8.04

Ano novo, Vida nova

O ano de quem trabalha não vai de Janeiro a Dezembro.
Vai das férias às férias.


Um bom ano de 2004/2005 para todos nós.

Pena ? Eu não tenho pena.

9.8.04
Não consigo compreender os mortos nas estradas.
Todos os anos é a mesma história. Na Páscoa, não sei quantos mortos, vem o Verão mais uns quantos, e para terminar no Natal mais umas dezenas.
Não consigo compreender isto. Será que as pessoas não percebem que aqueles que morreram quando sairam de viagem também pensaram que "nada lhes is acontecer" ?
Será possível que os portugueses por mais números fatais que lhes atirem à cara não mudam de atitude ?
Como é possível que ano após ano tudo continue na mesma ?

Quando a polícia inventou a "Tolerância 0" na IP5, a sinistralidade baixou drasticamente. Ou seja, a simples presença da autoridade foi o suficiente. O que atesta do nosso civismo .
E aqui é que me parece que está a grande questão. O civismo. Não há. Não temos.
O português médio e mediano, é aquele que vai encostado na faixa para depois se meter à frente dos outros a pensar "que tótos", para depois ser o primeiro a tentar impedir outros de procederem igual.

Sempre que vejo um acidente em que só morreu o infractor que ia "armado em artista" não consigo sentir pena dele. Penso sempre que por um qualquer acaso este Fitipaldi podia-me levar com ele.

É impossível

ver o Sim Sr.Primeiro Ministro e a seguir ver as notícias de política nacional.

Recomenda-se


Treinadores de Bancada

8.8.04
Mas afinal que raça é esta ?
De que planeta vieram estes seres que falam de futebol como se fossem treinadores ou admistradores de sad's ou até preparadores físicos ?
Basicamente, são pessoas que não percebem nada de futebol. E esta é a verdade pura e crua.

Eu sei que gostam de futebol e do seu clube, e conhecem todos os jogadores e treinadores e calendários e palmarés, mas no fundo isso só quer dizer que têm um maior ou menor conhecimento de nomes e datas.
Sejamos lógicos : se percebessem alguma coisa não seria natural que fossem treinadores ?
Não fui eu que inventei a frase : "Quem sabe faz, quem não sabe ensina". Certamente foi algum jogador ...

Ser Treinador de Bancada é o melhor passatempo do mundo. Não têm nada a perder. Já alguma vez viram um destes cromos assumir uma derrota ? Ou reconhecer que fizeram uma má substituição ? Nunca. E porquê ? Porque se corre mal, a culpa aí já é do verdadeiro treinador. Será que algum portista vai assumir a vinda falhada do Del Neri ? Não, mas não vão faltar Dragões a congratular-se com a sua ida, - "Eu sempre disse que ele não servia". Claro que o contrário (ele ficar e ter sucesso) nunca poderá ser provado.
Mas o mais engraçado é quando criticam os jornalistas desportivos. Aí o caso já muda de figura, pois passam a Jornalistas de Bancada. E quando criticam os agentes ? Agentes de Bancada. E por aí adiante.
Eles têm dentro de si todo o sistema desportivo, pelo que podem com a maior das facilidades criticar (construtivamente, claro) qualquer figura ou estrutura do futebol.
Quanto a mim isto configura um caso de conflito de interesses, mas enfim...
Resta-me dizer que me incluo neste grupo de cromos, com a atenuante (pelo menos para mim), que eu SEI que não percebo nada de futebol. Só que isso não me inibe de criticar os jogadores, treinador, presidente, etc. É meu direito e não abdico dele. Aliás não percebo porque não se aposta verdadeiramente no Carlos Martins. Dá-me a ideia que no Sporting não percebem nada de futebol.

Legião Urbana

Soldados
Renato Russo

Nossas meninas estão longe daqui

Não temos com quem chorar e nem pra onde ir
Se lembra quando era só brincadeira
Fingir ser soldado a tarde inteira?
Mas agora a coragem que temos no coração
Parece medo da morte mas não era então.
Tenho medo de lhe dizer o que eu quero tanto
Tenho medo e eu sei por quê:
Estamos esperando.
Quem é o inimigo?
Quem é você?
Nos defendemos tanto tanto sem saber
Por que lutar.

Nossas meninas estão longe daqui
E de repente eu vi você cair
Não sei armar o que eu senti
Não sei dizer que vi você ali.
Quem vai saber o que você sentiu?
Quem vai saber o que você pensou?
Quem vai dizer agora o que eu não fiz?
Como explicar pra você o que eu quis

Somos soldados
Pedindo esmola
E a gente não queria lutar.

Quem é que não fica curioso ?



Seinfeld

Seinfeld on DVD November 23!

Só podemos esperar que seja feita uma edição portuguesa.

Nunca aparece um condutor alcoolizado quando precisamos.


Suiça

Não gosto da Suiça.
Não gosto de "neutros", nem "neutrais".
Ser neutro não significa ser imparcial ou isento. Significa não assumir uma posição. O que por si só é uma posição.
Se dois lados estão em disputa sobre qualquer coisa, ao ficarmos "neutrais" estamos indirectamente a apoiar o lado que não tem razão, porque objectivamente não estamos contra esse lado errado.
Se por exemplo formos na rua e virmos um carro em alta velocidade a atropelar uma pessoa fora da passadeira, podemos dizer "Não sei de nada, não vi nada." ?
Pois foi isto que a Suiça fez quando o Hitler atropelou a Europa. E porquê? Por medo? Não, por ouro.
O que move a Suiça "neutral" é o dinheiro. Os famosos cofres que albergam dinheiro da máfia, droga, armas e de Oeiras apenas servem para camuflar o "mal".
Quem tem dinheiro na Suiça e não é suiço é corrupto, mafioso, traficante ou é sobrinho do Isaltino.
A Suiça não se mete com ninguém e ninguém se mete com ela. É preciso ser-se muito ingénuo para acreditar nisto.

Del Neri

Ia falar do Del Neri mas ainda não consegui parar de rir.

É um bocadinho fanoncho, não é ?

3.8.04
O Eng.Socrates disse na entrevista ao Expresso, que "Tenho a felicidade de vestir o mesmo número de [calças] de quando tinha vinte anos".

Primeiro: um homem não sabe que número veste. Vai à loja e quando a menina pergunta o número diz "Sei lá, deve ser XL, ou L ou 40, ou 50. Sei lá. Olhe, traga uma de cada".
Segundo: Mesmo que saiba o número não tem orgulho nisso. O número das calças que vestimos não tem qualquer interesse. É igual ao número dos sapatos.
Terceiro: Mesmo que tenha orgulho, não se gaba disso em público. Qual é o objectivo ? Criar a Liga Portuguesa das Cinturinhas ? Já existe. Chama-se Opus Gay.

Homem que é Homem só tem orgulho nos filhos que fez, nas árvores que plantou e nos livros que escreveu.
Mais nada.

George W. Bush



Gosto do Bush.
Gosto de um Presidente que parece que está sempre a olhar para o sol.

e no entanto ...

Dá-me a ideia que as pessoas anti-Bush ainda não se apreceberam do cromo que está do outro lado.

Pensem nisto : ele é casado com uma quase-portuguesa.
Imaginem os nossos "brandos costumes" instalados na Casa Branca.
Medo.

Cavaco Silva

Numa entrevista à TSF, o Professor Cavaco Silva afirma mais uma vez que não está nos seus planos candidatar-se à Presidência da República.

Óptimo. Todos sabemos o que isso quer dizer, não sabemos ?