<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Resposta ao Repto, Parte 2

Actualmente a Saúde consome uma boa parte do Orçamento de Estado. E para quê ?
- Os hospitais são desumanos;
- Os Centros de Saúde são poucos, com poucos médicos;
- As listas de espera para operações dão vontade de chorar;
- O tempo de espera das consultas daria vontade de rir não fosse as pessoas resolverem o assunto com idas às urgências que entope ainda mais os hospitais e os torna mais desumanos;
- Os tratamentos estão três dias as espera de uma mísera fonte de alimentação de um mísero aparelho (notícia de hoje);
- Muitas vezes, os médicos tratam os doentes como uns aborrecidos que se lembraram de adoecer, quer dizer, se lembraram de dizer que estão doentes;
- As visitas dos hospitais, (e quem já esteve internado, ou visitou alguém sabe a importância disso), são tratadas como se fossem elas próprias uma doença contagiosa.
- Os médicos que têm consultório cá fora usam o hospital como um centro privado de exames caros dos seus doentes privados.
- A cunha metida ao amigo ou familiar médico é a forma mais eficaz de ser atendido, o que obviamente entope mais o sistema.
E tudo isto e muito mais com o consumo cada vez maior de dinheiros públicos. Eu pergunto, a solução para o estado é injectar mais dinheiro ? É esse o problema ?

E qual é a solução para muita gente ? Seguros privados, médicos privados, hospitalizações privadas, tratamentos privados. E quem é esta gente ? Obviamente são pessoas com recursos. Mais conhecidos por ricos.

Os ricos são prejudicados porque além de terem também de contribuir para o OE, se querem ter alguma Saúde de jeito, têm de gastar mais dinheiro para a obter no privado, MAS PREJUDICA MUITO MAIS OS POBRES, porque estes que não tendo recursos para os dois lados, têm de sujeitar-se, (é a palavra certa), aos serviços públicos que são a vergonha que descrevi em cima.

O que é que acontece em Portugal a uma pessoa que tem que ser sujeita a uma operação caríssima ? Se tem dinheiro, vai ao privado e muitas vezes é no estrangeiro. Se não tem, espera, desespera e muitas vezes morre nas listas de espera. Mas se tanto o rico como o pobre tivessem um seguro de saúde, o que é que aconteceria ?

E as pessoas que não têm dinheiro para um seguro ? A resposta o Karloos já a deu, “Distribuam-se cheques saúde […] a quem não pudesse pagar e a pessoa que escolhesse a empresa a que queria recorrer. “, mas eu respondo com a pergunta que já fiz. O que é que acontece a quem não tem dinheiro para uma operação caríssima ?

Eu tenho a certeza que isto não seria a solução milagrosa. Certamente que não. Agora o que eu sei, e toda a gente sabe, é que o estado actual da Saúde Pública falhou. Redondamente.

(Publicado n’O Eleito)

« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

6:16 AM

A saude é um probelêma internacional.Nâo sou eu que tenho a formula magica!
Sendo eu doente,e estando na reforma, tendo trabalhado para podêr usufruir das avantagens que tenho.
Devido a minha profissâo trabalhei em quase todos os ramos,tendo visto as mais bisarras situaçôes, umas mais dramaticas que outras,mesmo nos hospitais! Uma,é a hygiéne; o que léva a maioria do pessoal hospitaleiro a têr repugnancia,outra é aquéla em que uma parte, podia se abestenir d'encher as urgências..sim,nâo acredito que o estado acabe uma vêz por todas com a maudita corrupçâo!As eleiçôes estâo a porta..o que espéram???    



7:17 PM

Very nice site! Send you email address fax registration Financial recovery reduce debts debt consolidation Million superlotto plus jackpot Kitchen aide basin racks Milf mrs. sparks 3 story central heating systems Car insurance for young driver uk Optimumonline popup blocker http://www.small-tits-9.info/Naughty-mature-teachers.html Contact lense acuvue What year the was the dryer invited Diazepam tablets shelf life New renault kangoo uk Levitra trash 1993+toyota+camry+floor+mats Xanax delivered Buying ambien online without prescription    



» Post a Comment