<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Desejos para 2006

30.12.05
[1] Que 2006 seja um ano de paz na Terra e amor entre os homens, mas que isso não impeça Israel de "wiped out from the map" Mahmoud Ahmadinejad.





[2] Que Mário Soares fique em terceiro nas eleições. Não lhe desejo o último lugar porque isso implicaria que o Anacleto tinha uma boa votação e isso iria irritar-me um bocadinho.




[3] Que no próximo Natal, as televisões não façam mais reportagens de rua a perguntar aos transeuntes se vão “gastar muito em prendas”, ao que eles respondem que não, “que não há dinheiro” e depois o repórter pergunta a dois ou três comerciantes “como é que estão as vendas” e eles dizem que “está tudo muito mal”, “que este ano não se está a vender muito” porque o “custo de vida está muito alto”. Já sabemos como é. Este ano foi assim, o ano passado também e para o ano vai ser igual. Não são preciso por isso, mais reportagens “oportunas” a “dar-nos conta” de como é que vai o “negócio dos brinquedos”. E já agora, também podiam acabar com as reportagens por alturas da Páscoa no Algarve para “constatar” que afinal os “portugueses até têm dinheiro para férias”.

[4] Que no processo Casa Pia seja condenado mais alguém além do Carlos Silvino. Só por uma questão de lógica.




[5] Que o Figo tenha uma pequena lesão no primeiro dia de estágio em Portugal, obrigando por isso Scolari a chamar o Ricardo Quaresma.



[6] Que já no ano que vem seja inventada a próxima abominação para substituir a febre dos Pais Natais pendurados nas janelas e chaminés. É que já se viu como vai ser próximo Natal. Vão começar a mudar-lhes a cor das vestimentas, vão aparecer acompanhados as renas, dos duendes, vão ser cada vez mais e mais reluzentes. Vão aparecer com luzinhas, com som, e com musiquinhas de Natal repetidas até que alguém lhes atire uma pedra. Já sabemos como estas coisas funcionam. Primeiro é novidade, depois alguém melhora o aspecto e a versatilidade, a partir daí é a febre e no fim começa o degredo. Tenhamos fé. Nem que seja nos chineses.

[7] Que Sócrates mantenha a coragem de continuar a reformar o pouco que já começou, já que parece impossível que vá desistir do regabofe da construção civil que se lhe meteu na cabeça.





[8] Que acabem as obras no IC24. Há que ter fé. Nem que seja nos imigrantes ilegais.






[9] Que Fidel Castro dure mais uns anitos, obrigando assim os Estados Unidos a manter o embargo e com isso possibilitar a Europa de comprar os charutos a preços razoáveis. Além do bónus que é de vez em quando o Luís Represas sair de Portugal para ir contactar com o povo cubano e com a sua maravilhosa música. Censurada pelo Fidel, mas mesmo assim maravilhosa. E se decidisse ficar por lá mais a Margarida, era ouro sobre azul. Seria o chamado choque higiénico.


[10] Que Pinto da Costa seja preso. Seria o chamado choque papel higiénico.




[11] Que seja feito o referendo do aborto. E que ganhe o sim. A bem das mulheres e a bem da vida gerada pelo Francisco Louça.





[12] Que a TSF contrate mais um ou dois jornalistas para nos dar as notícias nas manhãs de Agosto. Ou não há notícias em Agosto ?




[13] Que o Sporting seja campeão na última jornada com os mesmos pontos do Benfica, separando-os apenas a diferença de golos marcados. E que o último golo a pesar na balança seja do Liedson.




[14] Que Mourinho ganhe a Liga dos Campeões. Caso contrário não vai ser preciso o World Jump Day.







[15] Que a saída do Rocky VI seja antecipada para 2006. Ia comprar o pack Rocky, mas com a saída de mais um combate, tenho que esperar pela ultimate collection. Mal posso esperar. De igual modo, anseio pelo Rambo IV. Sly rules.






[16] Que seja encontrada a cura para a SIDA ou eliminada a fome em África ou o impeachment do Bush ou lá o que seja que os amigos do Ronaldo e do Zidane se propõem ajudar a resolver quando se encontram para beber uns copos e dar uns chutos numa bola com muito jeitinho para não se magoarem. Já não há pachorra para tanta generosidade. Ou bem que jogam a sério, com caneladas, carrinhos, rasteiras (e caso o Benny jogue, cotoveladas), ou então se querem realmente ajudar, que fiquem em casa a passar um cheque.

[17] Que seja contratado outro socialista para o lugar de Jorge Coelho na Quadratura do Círculo. O programa não está habituado a tanta isenção.




[18] Que o Penin tenha sucesso na SIC. Só para chatear o RAP.








[19] Que os idiotas que vão saltar no dia 20 de Julho de 2006, comprem a bela da t-shirt comemorativa. Para assim sabermos quem são.





[20] Que a blogosfera continue a surpreender com as coisas maravilhosas, idiotas, lindas, estranhas, inteligentes, estúpidas, engraçadas, curiosas, hilariantes, absurdas e originais que por aqui se encontra todos os dias.

Eu não concordo com a Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal

27.12.05

35 anos

Quem diria que a nossa geração foi criada assim e teve sorte. Para quem já tem mais de 35 anos, olhando para trás, é difícil acreditar que estejamos vivos.

Nós viajávamos em carros sem cintos de segurança ou air bag. Não tivemos nenhuma tampa à prova de crianças em frascos de remédios, portas, ou armários e andávamos de bicicleta sem capacete; sem contar que pedíamos boleia. Bebíamos água directamente da mangueira e não da garrafa. Gastámos horas a construir os nossos carrinhos de rolamentos para descer ladeira abaixo e só então descobríamos que nos tínhamos esquecido dos travões. Depois de colidir com algumas árvores, aprendíamos a resolver o problema.

Saíamos de casa de manhã, brincávamos o dia inteiro, e só voltávamos quando se acendiam as luzes da rua. Ninguém nos podia localizar. Não havia telemóveis. Nós partimos ossos e dentes e não havia nenhuma lei para punir os culpados. Eram acidentes. Ninguém para culpar, só a nós próprios. Tivemos brigas e esmurramos uns aos outros e aprendemos a superar isto.

Comemos doces e bebemos refrigerantes mas não éramos obesos. Estávamos sempre ao ar livre, a correr e a brincar. Compartilhámos garrafas de refrigerante e ninguém morreu por causa disso. Não tivemos Playstations, Nintendo, X-Box, dvd's, canais de cabo, filmes em vídeo, surround sound 5 canais ponto um, telemóveis, computadores ou Internet. Nós tivemos amigos. Nós saíamos e íamos ter com eles. Íamos de bicicleta ou a pé até casa deles e batíamos à porta. Imaginem uma tal coisa! Sem pedir autorização aos pais, por nós mesmos! Lá fora, no mundo cruel! Sem nenhum responsável! Como conseguimos fazer isto?
Fizemos jogos com bastões e bolas de ténis, bolas de futebol de trapos ou mesmo de folhas de jornal e comemos minhocas e, embora nos tenham dito que aconteceria, nunca nos caíram os olhos ou as minhocas ficaram vivas na nossa barriga para sempre. Nos jogos da escola, nem toda a gente fazia parte da equipa. Os que não fizeram, tiveram que aprender a lidar com a decepção.

Alguns estudantes não eram tão inteligentes quanto os outros. Eles repetiam o ano! Que horror! Não inventavam testes extras. Éramos responsáveis por nossas acções e arcávamos com as consequências. Não havia ninguém que pudesse resolver isso. A ideia de um pai nos protegendo se desrespeitássemos alguma lei, era inadmissível! Eles protegiam as leis!

Imaginem! A nossa geração produziu alguns dos melhores compradores de risco, criadores de soluções e inventores. Os últimos 50 anos foram uma explosão de inovações e novas ideias.Tivemos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade, e aprendemos a lidar com isso.

no
7ete Camadas e Meia

Jaws


Sem aquela música, acho que o filme não teria tido metade do sucesso. A banda sonora foi claramente responsável por metade do sucesso deste filme.

Steven Spielberg


John Williams
Main Title (Theme from Jaws)

A melhor música de Natal

24.12.05


A Todos Um Bom Natal
Coro de Santo Amaro de Oeiras

Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós

No Natal pela manhã
Ouvem-se os sinos tocar
E há uma grande alegria, no ar

Refrão

Nesta manhã de Natal
Há em todos os países
Muitos milhões de meninos, felizes

Refrão


Vão aos saltos pela casa
Descalças ou com chinelos
Procurar suas prendas, tão belas

Refrão

Depois há danças de roda
As crianças dão as mãos
No Natal todos se sentem irmãos

Refrão

Se isto fosse verdade
Para todos os Meninos
Era bom ouvir os sinos tocar.

Refrão

Água da Fonte

23.12.05

Rola na Água da Fonte e em rigoroso exclusivo uma entrevista com Jesus Cristo.

- What about the other apostles. Say for instance… Thomas. Was he really a doubter ?
- This guy Thomas. You couldn’t tell him nothing, you know. He was always asking me for my ID. Soon as I see him - “Got Any ID ?” . Until this day he doesn’t believe I’m God.


Interview with Jesus
George Carlin

Leitura obrigatória

21.12.05
Reacções IV do Karloos

Não viu o debate ?

Eu voto Cavaco
Acabei de ver o debate e nunca pensei que Soares pudesse descer tão baixo. A má-criação, a condescendência, a pose relaxada do rei da barriga, a mentira, a calúnia, a deturpação, a arrogânica, tudo não teve limites. Cavaco deve ter tomado uma caixa inteira de ansiolíticos para se controlar e não se atirar fisicamente a ele. Será que alguém imagina que uma pessoa que se comporta daquela forma merece e pode ser Presidente da República? Como é que os directores do Público e do DN têm o descaramento de achar que Soares ganhou "tacticamente"? Mas não é óbvio que aquilo que ele fez é duma nojice, dum grau zero de respeito, duma filha-da-putice-política sem limites?
.
A má-criação do tratamento por "ele". Que depois passa aleatoriamente para "Doutor Cavaco", "Professor Cavaco", como quem "eu trato esse tipo que está aí como bem me apetecer". Soares que, do alto da sua licenciatura com uma média desprezível, fala de si próprio como "professor", por ter dado umas quantas aulas na universidade. Querendo-se por ao mesmo nível que Cavaco, professor catedrático, que dá aulas há anos e anos. Soares que trata Cavaco por "economista razoável", dizendo que não tem problemas em fazer "esse elogio". Cavaco resiste. Os ataques ad hominem não param. Que Cavaco "não tem conversa", que em qualquer situação social não sabe falar senão de economia. E por aí afora. Não tirei apontamentos. Mas não consigo compreender como é que alguém pode ter visto o debate e ponderar sequer a possibilidade de ter Soares como representante máximo da nação.
.
A soberba em Soares não tem limites. A baixeza atingiu o inalcansável. Eu acho que Cavaco devia ter respondido mais à letra ao que disse Soares, ou melhor, não respondendo mas apontando o nível de discurso dele. Não percebo os jornalistas da RTP. Se aquele tipo de discurso não merece da parte deles um reparo, atingimos o grau zero da qualidade do debate. O burguês vale o que vale no portugalito dos novos ricos e bem instalados. Bendito Cavaco que subiu a pulso e sabe bem o que é o valor do mérito. É esse mérito que parece faltar em tantos comentadores, que parecem não ter a coragem em enfrentar o establishment que Soares representa, os charutos partilhados, as comezainas deleitosas. Quem não denuncia a calúnia e o grau zero da política também não merece respeito. É isso que vamos poder ver amanhã nos jornais. Porque a verdade é esta: Soares esteve a anos-luz do que João Jardim nos habituou. Soares está perigoso, porque é uma besta acossada com uma vaidade desmedida que não tem correspondência no seu valor pessoal.
.
A partir de hoje, declaro que perco qualquer respeito pessoal por quem considere votar Soares depois de ter visto este debate. Perco também qualquer respeito intelectual por quem ache que Soares possa ter ganho o debate. A partir de hoje, passo de secundário a primário. Não sou - nunca fui - cavaquista. Mas por força do contexto, tenho de ser apoiante incondicional de Cavaco face à ameaça que os outros candidatos representam. Só espero que Soares não apareça à minha frente nos próximos dias, que não sei se me controlo.

Tiago Mendes no Aforismos e Afins

The Cable Guy


Já uma vez falei deste momento cinematográfico.

Como na altura não sabia ainda meter aqui músicas …



Jim Carrey
Somebody to Love

Vergonha na cara

A história da raposa velha, do monstro político, do instinto de Mário Soares resume-se a isto : Falta de vergonha na cara !

É costume dizer que quem não tem vergonha na cara, o mundo é seu, e é bem verdade. Não tendo dos moderadores o mínimo de contraditório e sabendo que Cavaco não iria entrar em conflito, Soares estava a jogar em casa. Podia dizer o que quisesse, como quisesse e quando quisesse.

Apenas dois exemplos.
Depois de falar e falar e falar no passado, Mário Soares ao primeiro comentário de Cavaco sobre o passado (UGT) afirma que já chega de falar no passado, e acto contínuo, recomeça a falar do passado. Como se nada fosse.
Mais à frente, Soares insinua que Cavaco é mal visto nos meios europeus porque “haviam de ver o que me dizem a mim depois”. Mas não diz o quê, porque não quer ser deselegante ! Como se nada fosse.

Mas a melhor da noite foi depois do debate, no flash interview. Soares acusou Cavaco de só querer falar no passado. Repito : Soares acusou Cavaco de só querer falar no passado. Quem viu o debate, deve ter pensado o mesmo que eu : É preciso não ter um pingo de vergonha na cara !

E não tem.

(Publicado n’O Eleito)

Malditos debates em terceira mão ...

20.12.05
A pergunta que eu vou fazer caso Manuel Alegre desista a favor de Mário Soares.

Quem são os investidores ?

(Publicado n’O Eleito)

A Nora

19.12.05

Noto por aí alguma revolta com o golo do Benfica. Pura ignorância de quem não sabe que o Luisão está autorizado a tocar no guarda-redes dentro da pequena área. Enfim ...

No entanto, não posso deixar de registar que
um ou outro blog, por alguma razão quando o Benfica ganha de forma menos clara ficam caladinhos que nem ratos.

Tudo bem.

Eu nem estou a dizer, porque não estou, que o Benfica ganhou roubadinho. Eu só espero que
um ou outro blog não se esqueçam desta jornada da próxima vez que um árbitro favorecer o Sporting.

É que o conceito da nora é mesmo esse. Roda.

Seguro

Eu acho que já é seguro concluir que o George W.Bush é péssimo a esconder os pecados dos Estados Unidos.

Li hoje, (ou ontem?) que os Estados Unidos andam a vigiar pessoas !

Ao que chegou esta administração. E agora os argumentistas de Hollywood vão escrever sobre o quê ?

Preparar o terreno

16.12.05
Na Bloguítica

A SURPRESA[1477] -- «Fiquei surpreendido com a dureza e o azedume. Talvez não tenha sido um debate [Alegre/Soares] tão esclarecedor como o habitual», revelou Aníbal Cavaco Silva (PD, 15.12.2005).

Pela minha parte fiquei surpreendido com o facto de Cavaco Silva ter cedido à tentação de ser comentador político. Trata-se de um erro perfeitamente desnecessário.


Não concordo inteiramente com o Paulo Gorjão. Acho que Cavaco fez estas afirmações para chegar ao debate com Soares e dizer "como eu disse antes, a agressividade nos debates não ajuda ao esclarecimento, por isso, Dr.Soares, acalme-se".

Ou seja, está já a preparar o terreno.

(Publicado n'O Eleito)

Efeitos positivos dos aneurismas

Everyone has a little dirty laundry

Se as sondagens dão Cavaco Silva como vencedor à primeira volta, de que serve ao PS apelar ao voto em Mário Soares ? Mesmo que todos os outros candidatos desistissem, Cavaco continuaria a ser eleito. Ou não ?

Por outro lado, haverá votos que se deslocam da Cavaco Silva para Mário Soares se apenas estiverem no terreno apenas estes dois candidatos ? As sondagens não é isso que apontam, antes pelo contrário. O que nos dizem é que apenas contra Mário Soares, Cavaco Silva passa os 60 %.

Como compreender estão este apelo do PS ? Eu acho que se resume a uma palavra – Desespero.

Já se convenceram que Cavaco Silva vai ganhar e por isso só lhes resta agora tentar salvar a face na escolha que fizeram por Soares em detrimento de Alegre. Mas ficar em segundo por meia dúzia de pontos percentuais não representa qualquer vitória. Considerando que Mário Soares tem a máquina partidária do PS por trás, politicamente é até uma derrota.

Só a desistência de Alegre, com o argumento que só assim se poderá tentar impedir Cavaco de ganhar, poderá mitigar a derrota política que aí vem. De resto, quem se lembra, como eu, o que Alegre disse quando inicialmente se apresentou, a forma como o apelo é feito não é inocente. Não é dito que com a desistência Soares ganhará, mas sim que o objectivo é impedir Cavaco. Ou seja, a razão primeira da candidatura de Alegre.

O poeta, que não nasceu ontem, já percebeu isso e como tal não espero que venha a desistir. Esperem por isso mais “apelos” destes. E com o passar do tempo, mais violentos, mais agressivos e mais e mais desesperados.

(Publicado n’O Eleito)

Stand Up Comedy

14.12.05
Global warming ? Listen, this sounded legit to me, so I thought I better do some research, I don’t want to piss way on this one, till I know what’s up. I’ve got kids.

Well, there’s a lot of different data, but as far as I can gather, the crocks of it is over the last hundred years the temperature of this planet has gone up 1.8 degrees.

Am I the only one who finds that amazingly stabile ? You know something … I’m kind of glad it went up. I’m always a little chilly anyway.

But the environmentalists they don’t want ear it. They get really cranky. They’ll give you that guilt card.
- So what about your kids ?
- Of course I love my kids. I hope they live to be a hundred. It’s another 1.8.
Then they give you :
- What about your kids kids ?
- 3.6 … I mean…I just tell them we move to Phoenix or something.
Then they get really crazy on you.
- What about your kids kids kids kids kids kids kids ?
- Well, I never gonna meet them. I’d like to tell you they matter, but they don’t. You get around four kids out there… I don’t give a shit anymore. I assume I’ve had relatives thousands years ago who could care less about me. “Well, should I leave the cave today and use a bland instrument to kill a mammoth to get some meat or should I get ready for Dennis’s arrival in the mid nineteenth hundreds ?”

Dennis Miller

A Obra-prima

12.12.05
A good deal of the creative impulse for The Wall derived from my disillusionment with rock shows in vast open-air football stadiums. In the days prior to Dark Side of the Moon the excitement of a Pink Floyd performance lay in a certain intimacy of connection between the audience and the band. It was magical. By the late Seventies that magic and opportunity had vanished, crushed, as I saw it, by the dead weight of numbers - the sheer incoherent scale of those stadium events.

It's something of an old chestnut now, but perhaps it bears repeating: there was a moment on stage at the Olympic Stadium in Montreal during the Animals tour when I was forced to confront all the negative aspects of these circumstances and of my connivance in them.

Some crazed teenaged fan, screaming his devotion, began clawing his way up the storm netting that separated the band from the human cattle pen in front of the stage, and the boil of my frustration finally burst. I spat in his face. Immediately afterwards I was shocked by my behaviour. I realized that what had once been a worthwhile and manageable exchange between us (the band) and them (the audience) had been utterly perverted by scale, corporate avarice and ego.

Roger Waters – Is there anybody out there ?



A história é conhecida dos fans. Roger Waters, num célebre concerto da Animals Tour perde a cabeça e cospe num fan mais afoito. Este episódio, que Rogers mais uma vez relembra na edição comemorativa dos 20 Anos do The Wall, foi o ponto de partida para uma obra-prima, que mesmo misturada entre as restantes obras-primas da banda, como Dark Side of The Moon, Atom Heart Mother, Wish You Were Here, etc. se sobressai. Ou dito por outras palavras, The Wall não é apenas uma obra-prima. É A obra-prima.

O excerto desse concerto que aqui trago é a música Pigs on the Wing (part two), onde Roger Waters perde a paciência com o barulho e fogo-de-artifício e pára de tocar e cantar para repreender a audiência. De onde se retira obviamente que a cuspidela não aconteceu por acaso. No fundo, foi uma explosão de um desconforto que se vinha acumulando desde o início do concerto.
Nota : A capa do álbum acima reproduzida é o RoIO desse concerto.


Oh for fuck sakes […] I’m trying to sing a song.
I’ mean, I don’t care. If you don’t wanna ear it, you know …
Fuck you. I’m sure there’s a lot of people here who do wanna ear it.

Roger Waters

Hino da Candidatura de Francisco Louçã à Presidência

11.12.05


(Publicado n'O Eleito)

Mais hinos dos diversos candidatos também apresentados n'O Eleito

Colecção Steven Segal

Hoje, numa tabacaria perto de mim …

Pego na revista Sábado, ponho-a em cima do balcão e digo :

- Era a Sábado e queria o filme, se faz favor.
- Qual filme ?
- O Nascido para Matar. Este aqui (aponto-o na revista)… está ali (aponto para uma prateleira atrás do balcão).
- Ahh… (pega no filme)… não sabia que vinha com a revista… pois … Steven Segal.
- …

O raciocínio :
1 - Na capa um capacete de guerra.
2 - No título a palavra 'matar'.
3 - O nome começa por 'S'.


Há dúvidas ? Não há nem pode haver.

Stand Up Comedy


I went to the gas station yesterday, and the gas station employee told me he was a former porn movie star. And I think he was serious because half way throw filing the tank, he pull it out and spayed all over the car.

Greg Fitzsimmons

don't Innovate - just Deixa de ser burro !


Qualquer selecção que vai estar presente no próximo mundial matava para ter estes dois jogadores juntos na sua equipa. Excepto o Brasil, claro.

Mas nós, os originais portugueses, não pensamos assim. Nós não gostamos de tentar fazer as coisas bem feitas. Isso para nós é pequenino. Isso qualquer um as pode fazer. Nós gostamos é de desafios.

Com o Ronaldo de um lado e Quaresma do outro, até o Pauleta-que-marca-muito-golos-quando-não-é-preciso se arriscava a marcar quando fosse realmente preciso.

Repito o que já disse : não fosse a puta da sorte que o Scolari tem ….

Parabéns


(atrasadíssimos) ao Profi Trolls pelo primeiro aniversário.

Sem dúvida, um dos blogs com que mais me divirto. Como por exemplo A entrevista possível com … Nulo.

Os docinhos é para adocicar mas minhas desculpas.

69.347

Em 1986, na primeira volta Freitas do Amaral obteve um resultado de 46,31 %, com Mário Soares a ficar em segundo com 25,43 %. Quinze dias depois, Mário Soares era eleito com 50,71 %, contra os 48,37 % de Freitas do Amaral. A diferença de votos na segunda volta foi de 138.692, querendo isto dizer que se 69.347 eleitores tivessem votado em sentido contrário, a eleição tinha pendido para Freitas.

Conclusão : Soares foi eleito por apenas 25,43 % de eleitores que efectivamente o queriam para Presidente. Apetece dizer que não foi justo, mas a democracia limpa é assim.

É para estas contas que tanto Manuel Alegre e Mário Soares alinham as suas estratégias. Esperam repetir a congregação de votos da esquerda que no passado derrotou Freitas do Amaral.

Felizmente, as sondagens apontam em sentido contrário. E o que nos dizem é que numa hipotética segunda volta, Cavaco Silva ganha com uma percentagem ainda maior, na medida em que o “toca a reunir” da esquerda não se vai concretizar.

Resta assim a Alegre e Soares a luta pelo segundo lugar. O que não só não é pouco para qualquer um dos dois, como neste momento já é tudo.

(Publicado n'O Eleito)

E o Google não tinha mais fotografias ?

10.12.05
No Ma-Schamba

Atendendo à proximidade do campeonato mundial de futebol e ao fervoroso apoio português à sua selecção nacional pode o cidadão e futebolista profissional Ricardo tomar a iniciativa pessoal de abdicar de participar nessa selecção, para a qual não está neste momento capacitado, assim salvaguardando-a ?

Curiosidade minha : Esta fotografia não é do jogo Portugal-Inglaterra, onde Ricardo teve um papel fundamental ?

Deixem jogar o Mantorras !

Grupos do Mundial 2006
Grupo A: Alemanha, Costa Rica, Polónia e Equador
Grupo B: Inglaterra, Paraguai, Trinidad e Tobago e Suécia
Grupo C: Argentina, Costa do Marfim, Sérvia e Montenegro e Holanda
Grupo D: México, Irão, Angola e Portugal
Grupo E: Itália, Gana, Estados Unidos e República Checa
Grupo F: Brasil, Croácia, Austrália e Japão
Grupo G: França, Suíça, Coreia do Sul e Togo
Grupo H: Espanha, Ucrânia, Tunísia e Arábia Saudita

Se o Scolari não é o treinador mais sortudo do mundo ...

Sejamos compreensivos


Cristiano esteve mal. Qualquer pessoa de bom senso concordará.

Mas tem desculpa. Já viram bem a cor da camisola que traz vestida ?

Shit.


John Lennon was murdered, yet Barry Manilow continues to live. Shit.
If you’re gonna kill somebody have some fucking taste.

Bill Hicks

Day After (vermelho)

Ainda bem que ontem foi feriado. Não sei até que ponto é que iria ser capaz de aguentar com a "festa" vermelha. Hoje, apesar de tudo, já estavam mais calmos.

Já agora… é impressão minha ou o FCPorto está muito mal representado na blogosfera ? E o que será que isso quer dizer ? Que os portistas não gostam de blogs ? Não sabem o que são os blogs ?

Efeitos práticos nesta eleição

9.12.05
Em termos de efeitos práticos, votar branco ou nulo nesta eleição é igual a ficar em casa.
Ivan no Super-Mário

O Ivan tem razão. Mas estes não são os únicos “efeitos práticos” que se verificam “nesta eleição”. A saber :

- Nesta eleição, cada eleitor só pode votar uma vez. Isto não é uma tele-sondagem.
- Votar no candidato X corresponde na prática a uma demonstração de querer votar no candidato X.
- Por mais estranho que pareça, desta vez não se pode retirar o voto depois de depositado na urna. Ou seja, não há lugar a “Ai desculpe que me enganei...”
- Aquela coisa que há nos clubes de futebol de um eleitor ter direito a mais votos que outro, acabou-se. Em 2006, um eleitor = um voto. E pouca conversa.
- Por razões logísticas, desta vez só de pode votar nos locais próprios, disponibilizados pela CNE.
- Não sei se será por ser um dia de descanso laboral, mas as próximas eleições são a um Domingo.
- Os votos vão ser mesmo, mas mesmo contados. Ao contrário de outras vezes, não vai ser a olhómetro.
- Deverá ser para implicar com o Vieira, mas só se vai poder votar nos candidatos legalmente válidos. Enfim... sem comentários.

Há no entanto algumas situações, que apesar de serem dadas como adquiridas, não o são de todo. Especialmente porque está em cena um membro do clã Soares. Mais uma vez, a saber :
- A confiança de que as eleições irão ser justas e limpas não é a consensual entre os candidatos.
- Não é líquido que no próprio dia de eleições não haja apelos ao voto nas imediações dos locais de voto, feitos por algum candidato ou pela sua família.

(Publicado n’O Eleito)

Não é justo

7.12.05
No próximo dia 7 de Dezembro o submarino “Delfim” irá efectuar a sua última imersão, após ter estado ao serviço da Marinha durante 37 anos. [...] despedindo-se da vida activa da forma mais digna possível, que é realizar uma última patrulha.
Conclusão : O Delfim teve direito a uma despedida mais digna que o Jorge Costa.

Ring a bell ?


roubadito ao Piolho de Solum

Parabéns

Ao Lóbi do Chá pelo segundo aniversário.

Um blog que dá opiniões a quem não lhas pediu.
Também dos que eu mais gosto.

Elementar, caro Lazlo

O Victor Lazlo acha que a actual prestação do Vitória de Setúbal é um case study que dever ser analisado.

Pois bem, eu studei o case durante horas e horas (é o que dá o blogspot estar em baixo) e conclui o seguinte : O Chumbita Nunes (porra!) deve ter dito aos jogadores que só lhes pagaria os ordenados em atraso se eles ganhassem o campeonato.

Há dúvidas ?

Parabéns

Ao Linha do Horizonte pelo primeiro aniversário. Um blog Sobre tudo e sobre nada.

Ou seja, que fala muito sobre nada e que não diz nada sobre muito.
Ou seja, daqueles que eu gosto.

Há dois tipos de utilizadores do blogspot

6.12.05
Os que depois da noite de ontem apressaram-se a gravar cópias do blog
e
Os que vão fazê-lo depois de ler isto.

Esclarecimento do dia

Cavaco Silva e Manuel Alegre, numa iniciativa inédita, vão dar uma conferência de imprensa conjunta para prestarem esclarecimentos sobre o enorme bocejo que ontem se fez sentir no país.

Segundo apurámos, as razões prendem-se essencialmente com o surgimento de uma coisa nova chamada “estratégia política”.

Assim, Cavaco irá explicar o que é “estratégia” e Alegre o que é “política”.

Vampiros

Hoje de manhã na TSF, um gajo chamado Miguel qualquer-coisa, disse que debates civilizados sim senhora, mas nem tanto.

E passeando pelos blogs, o sentimento geral é que um debate onde não há insultos e faltas de respeito, picardias sobre ninharias, acusações infundadas, acusações fundadas mas já julgadas, interrupções constantes para quebrar o raciocínio, interrupções cirúrgicas porque “alto que vem lá um argumento”, mentiras, mentirinhas, inverdades, demagogia, etc, etc, etc, não é um debate que mereça ser visto.

Não é afirmado preto no branco porque o politicamente correcto não deixa, mas é clarinho como a água o que vai nestas cabecinhas.

Paciência. Quem quiser sangue pode, por exemplo, comprar o pacote dos DVD’s da série Rocky que ontem vi à venda. E no segundo filme, como bónus, até podem reconhecer uns certos tiques de um certo candidato presidencial.

(Publicado n’O Eleito)

Quando é que é o primeiro debate com Soares ?

“[a propósito de debates] Quem não é civilizado, não dignifica a presidência da república”

Cavaco Silva

Investigação do dia

Qual a relação entre o Mário Soares e a Blogspot ?

Pergunta do dia (e dos próximos dias)

Who Put The 'M' In Manchester ?

Serviço Público Blogosférico

5.12.05
Circula por aí em alguns blogs esta montagem de Cavaco com a intenção, penso eu, dos seus autores deixarem bem marcada a sua oposição à candidatura deste. Eles não estão propriamente a apoiar um candidato mas antes a mostrarem-se completamente contra outro.

Acontece que ao ver isto, eu lembrei-me de todos os outros bloggers que também gostariam de publicamente manifestarem o seu desacordo com Soares ou Alegre ou Louça ou Jerónimo, mas que não têm uma imagem para suportar graficamente o seu descontentamento. E não terão também esse direito, pergunto eu ?

Ora, pensando nisso, aqui vai com toda a minha generosidade blogosférica.



Lembrar Elaine Benes


Descobri no My Guide to your Galaxy as famosas imagens de Jerónimo de Sousa.


AVISO : Não deixando de recomendar o seu visionamento, vou já avisando que não me responsabilizo por quaisquer danos psicológicos.

e agora vamos aos posts ...

em defesa da Civilização e da Liberdade na Biblioteca de Babel

eu era cego mas agora vejo

4.12.05
Posso francamente afirmar que este post e a seus comentários mudaram a minha experiência blogosférica.

Mais uma vez, obrigado António.

Sabias que um Presidente pode ser eleito por dois mandatos seguidos ?

3.12.05
Um grupo de jovens decidiu criar um site de jovens, para os jovens e com jovens para apoiar Mário Soares. Até aqui nada de especial.

E elaboraram um manifesto de 30 pontos, que inclui entre outros …

1) Pelo Reforço dos apoios e incentivos à contratação de jovens licenciados , pós-graduados e investigadores;
2) Pelo Reforço dos apoios e incentivos ao empreendedorismo jovem e criação de empresas por jovens;
3) Pelo reforço da fiscalização, contra o recurso abusivo e ilegal a contratos a prazo e a contratos de prestação de serviços;
4) Pelos Incentivos às empresas que transformem os contratos dos jovens contratados a prazo, em regime de primeiro emprego, em contratos sem prazo.
7) Uma Melhoria do Ensino. O MP3 quer um Presidente da República que defenda […] a gratuitidade dos manuais escolares para o ensino obrigatório;
15) O Combate à info-exclusão. Para isso é necessário que defenda o serviço de acesso à Internet, fazendo com que o Estado garanta que este serviço esteja acessível para todos e a preços justos.
27) À promoção de políticas que facilitem o arrendamento por jovens ;
28) A uma verdadeira e efectiva aposta na habitação a custos controlados para jovens ;
29) À promoção de habitação para arrendamento ou venda a jovens nos Planos de Reabilitação Urbana ;
30) Ao apoio ao Cooperativismo Jovem de Habitação .


… mas que basicamente se podia resumir num só :
O Presidente deve providenciar que se pague tudo e mais alguma coisa aos jovens, porque os jovens são incapazes de sobreviver sozinhos neste mundo onde as coisas exigem algum esforço e trabalho.

Eu diria que estes jovens afirmam-se MP3, mas na verdade querem é ser uns WAV's.

No entanto, o melhor da festa são estes dois "post-its" :

Esta malta não tem em grande consideração os jovens, pois não ? É que estes avisos são um bocadinho … “explica-me como se eu fosse mesmo burra”.

O triste Alegre

Se no princípio desta pré-campanha achei que Manuel Alegre iria ficar à frente de Mário Soares, podendo eventualmente passar à segunda volta, hoje já não penso assim.

A entrevista de Soares à Judite de Sousa pode ter revelado arrogância, mas revelou que sabe mais de táctica política a dormir que o Manuel Alegre acordado.

Veja-se o caso do problema que o Jorge Ferreira referiu no
post anterior. Alegre parece um tonto no meio da ponte. Não abdica de ser deputado, mas não cumpre as suas funções. Não vota, mas diz que se fosse preciso ia votar. Se fosse preciso ?? Quer então dizer que a sua função de deputado na actual conjuntura de maioria parlamentar é dispensável ? E, pior ainda, um quinto dos deputados faltou mas ele foi o único que ficou mal visto. Falar em inabilidade política é pouco.

O partido, claro, não lhe perdoou. E aqui não concordo muito com o Jorge. Não que discorde que o partido não foi hipócrita, porque foi. Mas verdadeiramente o que é que Alegre estava à espera ? Não terá sido uma ingenuidade achar que o PS não iria aproveitar a situação ?

De resto, parece-me óbvio por que é que Manuel Alegre não abdica do mandato de deputado. Se por um lado não acredita que pode ganhar as eleições, por outro acredita que pode ter um bom resultado, (e ficar à frente de Soares já seria um bom resultado), pelo que, o que ele na verdade não quer abdicar é do seu lugar no aparelho partidário.

Só que esta táctica é um enorme erro político. Ao não se desligar dos laços que o unem ao partido, está a dar um sinal de falta de confiança às pessoas. Está ele próprio a mostrar que não acredita. E se ele não acredita, quem é que vai acreditar ?

Mas compare-se com Soares. Quando se apresentou, anunciou logo que se ia demitir de todos os cargos e ocupações que lhe preenchiam o tempo. Com isto deu um sinal claro que se estava a preparar para ser eleito e como tal não podia estar ligado a mais nada. Há uma diferença.

E compare-se ainda o entusiasmo de Mário Soares. Vai em terceiro na maior parte das sondagens, mas fala como se fosse ser eleito. Manuel Alegre, pelo contrário, parece resignado, conformado e anda inutilmente a desgastar-se com o partido.

A continuar assim, não auguro um bom resultado para Manuel Alegre.
Com alguma pena minha, devo dizer.

(Publicado n’O Eleito)

Pós-Operatório

2.12.05
Miguel Ribeiro (Portista) - Só deu Lucílio Baptista
Mário Almeida (Pessoa séria, honesta e isenta) - Não deu nada.

Post a Garcia

Garcia Pereira intentou um processo judicial para obrigar as três televisões generalistas a integrá-lo nas entrevistas e debates a realizar com os candidatos a Belém.

Eleições em Portugal que não tenham como pano de fundo o Garcia Pereira a reclamar, não são eleições. Por isso, camarada Garcia, força com esse processo. Obrigue esses porcos capitalistas a vergarem-se à democracia. Neste caso à sua.

PS – Está bem assim, Ermenegildo ?

(Publicado n’O Eleito)

E agora vamos aos posts ...

Situação, Acção, Reacção no Dolo Eventual
A CIA e Portugal no Combustões
Lágrimas de Crocodilo na Biblioteca de Babel
O Emérito Senhor n'A Peste
Marketing mais que perfeito!... na 4R-Quarta República
Este país só ganhará jeitos e brios quando... no Xicuembo
L'agent provocateur # 1 no BlogCafé

Ó fome, quando é que eu como ?

1.12.05


Apetece como um barco.
Tem qualquer coisa de gomo.
Meu Deus, quando é que eu embarco ?
Ó fome, quando é que eu como ?

Fernando Pessoa