<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

Efeitos positivos da "lei da rolha"

30.6.06

Câmara do Porto impõe "lei da rolha" para atribuir subsídios

A palavra chave é subsídios.

É só para lembrar ...




No Público

Segundo o "Negócios", os fiscalistas consideram que os impostos não são o meio mais adequado para se prosseguirem políticas sociais e redistributivas.

Eu não preciso de trabalho. Eu preciso é de um emprego.


Para um Primeiro-Ministro que gosta tanto de dar sinais à sociedade, acho que perdeu aqui uma oportunidade de ouro. Em vez de chamarem a este projecto Netemprego deveriam tê-lo nomeado NetTrabalho. E no site deveriam perguntar se “Precisa de Trabalho ?” e “Precisa de Trabalhadores ?” em vez de “Emprego” e “Colaboradores”. Porque há uma diferença entre procurar emprego e procurar trabalho.

Ora aqui está um layout que não envergonha ninguém.

Eu acho que devíamos tentar ser mais compreensivos ...

29.6.06

Água da Companhia



A partir de hoje e durante os próximos dias, vai passar na Água da Companhia o álbum Miniskirts and Muffins do Mitch Fatel.
O lema é : Uma faixa por dia dá saúde e alegria.

Скрепление James

Eu gostava de saber quem é que se lembrou do Daniel Craig para fazer o papel de James Bond. O cérebro comunista que está por detrás desta operação de russionizar o nosso agente secreto preferido devia ser trazido à praça pública para um julgamento sumário e posterior apedrejamento público.

O Danielzinho pode ser muito bom actor mas não pode disfarçar aquela cara de russo que têm. E pior ainda, aquela cara de um russo dos anos cinquenta. Se ainda fosse uma Sharapova de calças, ainda fechávamos os olhos, mas não. O tipo tem um ar cinzento, frio e com uma expressão de quem quer matar o Sean Connery ou o Roger Moore. Basicamente, o novo Bond tem cara de inimigo do Bond. E o que é que vem a seguir ? O Jack Bauer vai se inscrever no Hammas ?

Quem deveria ter sido escolhido, meus amigos, era este senhor.

Andydufresnism

28.6.06

Get busy living, or get busy dying

Andy Dufresne

Pero que las hay, las hay

27.6.06

A Espanha é um caso único no futebol mundial. De dois em dois anos entram numa euforia convencidos que têm uma grande equipa (é verdade), a praticar um bom futebol (é verdade), recheada de grandes jogadores (é verdade) e que jogam numa das melhores ligas europeias (é verdade). De dois em dois anos convencem-se que vão ganhar e convencem-nos a nós que pelo menos vão longe na prova.

No fim, o resultado é sempre o mesmo.






Campeonatos Mundiais
1930 - não participou
1934 - quartos-de-final

1938 - não participou

1950 - quarto lugar
1954 a 1958 - não se qualificou
1962 a 1966 - primeira fase
1970 a 1974 - não se qualificou
1978 - primeira fase
1982 - segunda fase
1986 - quartos-de-final
1990 - oitavos-de-final
1994 - quartos-de-final
1998 - primeira fase
2002 - quartos-de-final
2006 - oitavos-de-final

Campeonatos Europeus
1960 - não participou
1964 – campeão
1968 a 1976 - não se qualificou
1980 - primeira fase
1984 - vice-campeão
1988 - primeira fase
1992 - não se qualificou
1996 - quartos de final

2000 - quartos de final
2004 - primeira fase

Cada vez mais magro ...

Talvez não seja exagerado concluir que ...

... a malta da Atlântico lê os melhores blogs que por aí andam.


... a TVI está a criar em mim uma lenta, mas consistente, aversão a Morangos.


... a esta hora o Pinto da Costa já deve estar a pensar na bojarda que vai dizer no caso de ganharmos à Inglaterra, para nos fazer esquecer aquilo que disse sobre o Scolari.


... neste Mundial e até à data, a grande desilusão passa por aqui.


... a melhor forma de apreciar o 24 é na 2: e em formato maratona.

O azar de Jorge Sampaio

26.6.06

Esta opinião de Pacheco Pereira, se contextualizada com tudo o que ele tem dito sobre a futebolândia, e onde tem alguma razão, faz todo o sentido, mas peca por injusta por dois motivos.

Primeiro, querer que uma televisão dê prioridade ao que é importante em vez do que é rentável é o mesmo que esperar que os jornais não desportivos e ditos sérios não estampem com a selecção nas capas. Curiosamente, nunca o vi criticar isso. E a manchete de um jornal tem a mesma importância que o alinhamento do telejornal. Ou não ?

Segundo, o alinhamento dos telejornais das nossas televisões há muito que é completamente subordinado ao que vende e ao que elas querem vender. Qual é o interesse noticioso de um marido qualquer que matou a mulher à facada ? Verdadeiramente, exceptuando o nosso voyeurismo, qual é o interesse ? Ou a notícia que um qualquer artista que está a lançar um qualquer disco ? Porventura todos os lançamentos de discos são noticiados ? E não deveriam ser também objecto de notícia todos os livros, exposições, mostras, etc. ? Quando só alguns é que tem direito não estamos a entrar no campo das promoções ao invés da noticias ? Ou pior ainda, quando nos impigem como notícia um qualquer “acontecimento” nos programas de sucesso da estação. Lembram-se qual foi a notícia principal da TVI quando Jorge Sampaio anunciou a recandidatura à Presidência ? Começa com Pontapé e acaba em Marco …

E já agora, de que se fala a toda a hora na TSF ?

Antóniocostaamarelismo

Na Arte da Fuga
Para o produtor, interessa que os produtos sejam o mais caros quanto possível, e portanto interessa-lhe que o poder político restrinja a concorrência, ou seja, o direito à liberdade comercial. Para o consumidor, interessa dispor de bens e serviços mais baratos, para que possa ter mais por menos dinheiro e com menos trabalho, pelo que o seu interesse é não haver restrições a quem queira merecer as suas preferências.

Há dúvidas qual é o "interesse público"?

Balancete Razão


MANICHE Um bom golo e uma grande exibição.
COSTINHA Estava a fazer um grande Mundial até à burrice que quase nos fez perder o jogo. Se a experiência de um jogador é considerada uma mais valia sobre os restantes, não pode deixar de ser evocada para o responsabilizar por aquele estúpido segundo amarelo. Pura e simplesmente inadmissível.
FIGO Antes de sacar o segundo amarelo a Boulahrouz que equilibrou o número de jogadores em campo, deu uma cabeçada a um holandês que lhe podia ter custado um vermelho directo. A experiência da nossa selecção neste jogo foi manifestamente demonstrada pelo Ronaldo.
CRISTIANO RONALDO A agressão que sofreu, e que devia ter valido o vermelho directo a Boulahrouz, foi nitidamente para o intimidar e para o provocar. Esteve à altura. Esperemos que recupere.
DECO Fez birra ? Não concordo. Aquela coisa, parvita sem dúvida, de não dar a bola para fazer perder mais uns segundos e enervar o adversário é uma prática habitual que só um árbitro nesta altura já pouco esclarecido amarelava. E o Cocu não levou amarelo porquê ? Se foi punido a falta de fair-play, agarrar e rodopiar o adversário é o quê ?
MIGUEL Com mais um bocadinho de pernas, teria sido o melhor jogador em campo. Com a tarefa mais difícil em campo, não foram poucas as vezes que travou Robben, sem ser amarelado, o que neste jogo não foi pouco.
SIMÃO Temos, na minha opinião, substituto capaz para o Cristiano Ronaldo. Não vai ser por aqui que vamos perder com a Inglaterra.
RICARDO Esteve muito bem. Foi posto à prova e a verdade é que correspondeu.
FERNANDO MEIRA Melhorzinho.
RICARDO CARVALHO Já o vi a jogar melhor. Falta-lhe o companheiro ?
PAULETA Para quando a entrada do Nuno Gomes ?
TIAGO O que foi aquilo ? Nervos ? Não esperava a porta escancarada que os holandeses lhe abriram ?
NUNO VALENTE Que arte marcial é aquela ? Kung Burro ?

Do resto, não reza a minha história.

Report

25.6.06

USA was eliminated from the world cup. See you in the next world war, bitches.

Stephen Colbert

Estou contigo, Jack

WIJ ZULLEN U ETEN

23.6.06
Para o adepto médio holandês, que :
- não tem conhecimento dos problemas do Costinha
- vê o Ricardo como um bom guarda redes que até defende sem luvas
- não sabe que o Jorge Andrade está lesionado e pensa que o Fernando Meira é opção
- vê o Cristiano Ronaldo apenas como o puto maravilha e não sabe que ele está a ter uma crise de acne.
- não sabe que temos no banco um Simão Sabrosa que ainda pode vir a fazer um grande mundial
- não sabe que o Scolari é contestado por um terço dos portugueses
- não sabe que os escolhidos dele foram contestados por metade dos portugueses
- não sabe quem é o Quaresma
- não sabe que não temos substituto para o Deco
- pensa que o Hugo Postiga é um bom jogador que até marcou um penálti genial e que é uma alternativa ao Pauleta. E no caso do Pauleta está convencido que o número de golos marcados reflecte o seu valor

e ainda que :
- apenas vê na selecção portuguesa a equipa que ficou em segundo lugar do último europeu, depois de ter eliminado a Holanda nas meias-finais
- ainda se lembra que foi Portugal que os mandou borda fora no Mundial de 2002

Para este adepto, a equipa portuguesa é que constitui um enorme obstáculo e não o contrário. Quem tem que ter medo de perder são eles e não nós. Eles é que estão aflitinhos porque na verdade também não sabem da missa a metade.

Seja como for, e por uma vez na vida, ultrapassemos este complexo de inferioridade que nos assola e assumamos que pelo menos no futebol não somos uns coitadinhos. É uma tristeza que seja preciso o futebol para isso. E no fundo, não deixamos de ser uns coitadinhos por precisar do futebol para deixar de nos sentirmos uns coitadinhos.
Mas enfim...

Por agora e até Domingo, já sabe. Se vir um holandês armado em país desenvolvido, diga-lhe alto e bom som : “WIJ ZULLEN U ETEN”

Moral caviar

Relativa estabilidade


Instabilidade

House fans ...


As suas deduções baseavam-se em grande parte em apenas olhar para uma pessoa
Os seus diagnósticos baseiam-se em grande parte em apenas olhar para uma pessoa
O criador de Holmes baseou-o num médico
Greg House é médico
O seu nome soa a “Homes”
O seu nome é um sinónimo de Homes
Sherlock Holmes lutava contra crimes mortais
House luta contra vírus, doenças e problemas médicos mortais
Usava cocaína para escapar ao tédio
Usa Vicodin para a dor na perna e escapar ao tédio
O assistente de Holmes chamava-se Watson
O amigo de House chama-se Wilson
Arrogante. Dizia que a humildade seria uma mentira
House é extremamente arrogante
A música era importante para Holmes e tocava violino
A música é importante para House e toca piano
Sherlock Holmes vivia em 221B Baker St.
O número da porta de house é 221B
O arqui-inimigo de Holmes era Moriaty
Moriaty é o nome do personagem que … no último episódio da segunda série …

(fontes : IMDBHouse-Guide to the TV Show)

Eu gostava de ver era o Daniel Oliveira a cantar o Sunday Bloody Sunday tão bem como o Bush

22.6.06

Via a Jornada

Cada vez melhor ...

19.6.06
... o blog do Ricardo, Perguntar não ofende.

Duas das últimas pérolas :

Também se adormece ao volante de mota?

Se o Maniche e o Petit tivessem vivido no século XIX, as teorias de Darwin teriam sido mais rapidamente aceites?

Superioridade caviar


O Daniel Oliveira recomenda-nos, no
Arrastão, um vídeo da CNN onde é entrevistado o pai de Nick Berg, vítima de Zarqawi, dizendo, o Daniel Oliveira, que se sente “esmagado” pela reacção deste, apesar de ele próprio não conseguir lamentar a morte do terrorista.

Primeiro, registe-se que Daniel Oliveira diz que Níck Berg é “vítima de um dos mais brutais assassinatos atribuidos a Zarqawi”. Não sejamos ingénuos. A palavra “atribuído” ali enfiada diz tudo sobre o que pensa Daniel Oliveira sobre a questão do Iraque. E prepara-nos para o vídeo.

Inicialmente, o vídeo mostra-nos um pai a ter uma reacção pouco normal mas nem por isso inesperada. A vingança faz parte da natureza humana, ao contrário da “outra face” cristã, pelo que não é usual assistimos a alguém não festejar a morte do assassino do seu filho e a lamentar-se que o assassino, também ele um ser humano, tenha morrido. Contudo, não é a primeira vez também que somos confrontados com este tipo de reacções, que de facto nos esmagam, para utilizar a expressão do Daniel Oliveira.

Mas… acontece que eu vi o vídeo até ao fim, e estou certo que o Daniel Oliveira também. E o que ouvimos é o pai de Nick Berg, (entre outros argumentos mais do que estafados sobre a criação de terroristas cada vez que se mata um terroristas), a comparar Saddam Hussein a George Bush. Com argumentos tão bloquistas como este : “Saddam Hussain não puxou o gatilho nem cometeu as violações nem o George Bush, mas ambos são responsáveis pelos seus reinados de terror” ou “Sob o Saddam Hussain não havia Al-Qaeda, sob o George Bush há Al-Qaeda”, ou ainda o meu preferido “No tempo de Saddam havia relativa estabilidade, com o George Bush há instabilidade”.

A conclusão que eu tirei, ao contrário do Daniel Oliveira, é que o pai de Nick Berg lamenta a morte do Zarqawi, não por este ser também um ser humano, mas simplesmente porque não o considera responsável. Tivesse sido o George Bush a morrer e eu tenho dúvidas se este pai não estaria agora a abrir uma garrafa de champanhe, porque para ele o culpado mora na Casa Branca e por isso é que o Daniel Oliveira acha que estamos perante um caso de “Superioridade moral”, que é o título que ele dá ao post.

No fundo não há nada de novo aqui. Há muito que a nossa esquerda caviar utiliza como carne para canhão nas suas guerras morais as vítimas do terrorismo. Pelo que se pode concluir que, e segundo a bitola do pai do Nick Berg, o Daniel Oliveira também não é melhor que o George Bush.

Efeitos negativos de não termos uma Guantanamo

17.6.06

A Perfect Day

Pequenas Irritações


Comentadores de televisão idiotas

Sempre que vejo um jogo na televisão portuguesa em que entre o Cristiano Ronaldo ou Ronaldinho ou Messi ou Rooney ou outro qualquer virtuoso, mais cedo ou mais tarde acabo por me irritar.

Porque há sempre um comentador ou jornalista ou repórter no campo ou treinador falhado que à primeira falha dos artistas e embriagado pelo poder de estar a falar para milhões, manda para o ar um “foi egoísta” ou “está a exagerar”. Estes idiotas aparentemente não compreendem que se os virtuosos “passarem mais a bola” e tentarem “jogar mais para a equipa” não podem como é óbvio arriscar o lance fantástico ou o golo impossível.

Se queremos ser deslumbrados, temos que deixar os artistas tentarem o deslumbramento. E das duas uma. Ou a jogada é fácil e não mérito algum ou então a possibilidade de falharem é grande. E quanto maior for a probabilidade de falharem, maior é o momento de ouro que nos propiciam. Poderá ser uma linha ténue entre arriscar e exagerar, mas temos que deixar esse juízo nas mãos dos jogadores, pois caso contrário passamos 90 minutos a ver jogar 22 Ricardo Costas.

Se o Ibrahimovic tivesse passado a bola, como é que poderíamos um dia mais tarde ver este golo fantástico 34 vezes seguidas …






Se o Bergkamp não tivesse arriscado este drible impossível, como é que agora o poderíamos estar a ver e a ver e a ver …

Balancete Razão


DECO O óbvio. Até podíamos ganhar o jogo de hoje sem ele, mas contra uma Argentina ou Holanda ou Alemanha é inútil pensarmos em ganhar sem a sua presença em campo.
FIGO Mais uma vez um dos melhores. Sem o Figo em campo a equipa perde claramente um ponto de referência.
MIGUEL Entre ele o Deco, não sei quem foi o melhor. Alguém me perguntou pelo Miguel no último Razão, e se da última vez não achei nada de especial, para um lado ou para o outro, desta vez não. A defender, a atacar, a criar jogadas, quase a marcar,etc. Na minha opinião, um dos melhores jogos do Miguel na Selecção.
CRISTIANO RONALDO O puto não está bem. Quer brilhar a qualquer custo, está desesperado por isso. Mas reconheçamos que melhorou do último jogo.
MEIRA Um pequeno buraco na nossa equipa. Resta-nos esperar que não se torne num grande.
COSTINHA Grande jogo. A experiência contou muito contra os inexperientes do Irão.
SIMÃO Sem tempo para mostrar porque é que podia estar a fazer um grande Mundial.
RICARDO Não meteu água, o que já é positivo.
PAULETA Voltou à nulidade.

Do resto, não reza a minha história.

Filhos do 4º Trimestre

Manuel Câmara no Telescópio

Os jogadores durante a sua formação são agrupados por escalões com base no ano de nascimento. O argumento é que os jovens nascidos nos primeiros meses do ano vão ter tendencialmente uma maior maturidade que os que nasceram nos ultimos meses o que se pode traduzir numa vantagem significativa. Assim, os jogadores uns meses mais velhos vão ser em média melhores que os mais novos e por isso receberão mais atenção dos treinadores e terão maior confiança.


Já conhecia os números, mas confesso que não tinha ainda consciencializado o manto da injustiça que paira sobre nós. Por isso, bem haja ao Manuel Câmara pelo murro na mesa.

Segundo os números dos Freakonomics, quem nasce no primeiro trimestre tem mais possibilidade de ter sucesso no desporto e na vida, por contrapartida daqueles que nascem nos outros trimestres. E, está bem de ver, quem nasce no último está logo à partida condenado. OK, condenado é exagero, mas claramente prejudicados, sem dúvida. Digamos que é a mesma coisa que a vida posicionasse os que nascem no 4º trimestre um passo atrás da linha de partida. É justo ? Não é justo.

Como muito bem exige o Manuel Câmara, temos que reclamar do Estado um subsídio, uma compensação, uma ajuda de custo, enfim, não somos esquisitos com o nome que lhe queiram dar.
O que ambicionamos não é o conforto material nem o vil metal, mas antes o conforto moral. Exigimos da sociedade um olhar especial, um carinho. Numa palavra, amor. E se a melhor forma que o Estado encontrar para nos amar for um chequezinhos mensal … que diabo ! Aceitamos. Até porque, e para citar o Manuel Câmara – “Já vi o Estado distribuí-los por muito menos.”

Assim, proponho a criação dos Filhos do IV Trimestre. Uma associação sem outros fins que não seja apenas a união de todas as almas que sofreram e sofrem no silêncio de Janeiro a Setembro. Não temos ambição política, nem queremos mudar a Constituição. Quando muito o calendário escolar.

Para ninguém ficar a chorar

16.6.06
3 para a Sérvia e 3 para o Montenegro

Volta Marx, estás perdoado.

Na SIC Online

Os trabalhadores da Autoeuropa apresentaram hoje uma proposta que visa resolver os problemas dos funcionários da Opel da Azambuja.
De acordo com Paulo Vicente, da Comissão de Trabalhadores da Opel da Azambuja, "esta é uma ideia para apresentar como proposta à direcção da GM, no sentido de poder utilizar, caso haja acordo da administração da Autoeuropa, a capacidade de produção das prensas (desta empresa) para minimizar os custos de logística que neste momento a GM diz ter".


Ora aqui está uma bela ideia, que eu desde já endosso e replico na medida da minhas possibilidades.

Assim, e caso a administração da empresa onde trabalho concorde, venho por este meio disponibilizar duas manhãs e uma tarde da capacidade da fotocopiadora e 76 folhas A4 por dia, escritas só de um lado mas que podem facilmente ser utilizadas como papel de rascunho.

E dentro deste espírito, não posso deixar de apelar a todos os companheiros e companheiras deste país para que todos juntos ajudemos a salvar os postos de trabalho dos nossos irmãos da Opel da Azambuja. Hoje, a nossa capacidade, amanhã, a nossa necessidade.

The family had a lot of buffers!


No MaisFutebol
A pergunta colocada a Luís Figo recordava as palavras do dia anterior de Costinha. O trinco falara de Scolari com grande carinho e dissera que a saída do seleccionador no final do Mundial seria como dar dez passos atrás. Os jornalistas quiseram, por isso, saber se Figo partilhava da opinião do companheiro. «Se no futuro Scolari sair da selecção, não seriam dez passos atrás, seriam vinte», frisou.

Imagem reconfortante para bloggers fumadores em tempos difíceis

15.6.06

Nunca vás contra a família, Fredo.

14.6.06

Hoje à tarde na conferência de impressa, o Costinha fez as seguintes afirmações :

[…] uma eventual saída de Luiz Felipe Scolari do comando da Selecção Nacional representaria dar não um "mas dez passos atrás". O médio afirmou que desde a chegada do técnico brasileiro muitas coisas mudaram, frisando que "os clubes já não mandam na Selecção Nacional".
[…] Scolari, "um treinador que vai morrer com as suas ideias", e questionou se valerá apenas o treinador brasileiro continuar à frente da equipa se o seu trabalho é permanentemente questionado."

O Costinha é um jogador que numa situação normal e com provavelmente qualquer outro seleccionador, a esta hora estaria a ver o Mundial pela televisão. O seu afastamento dos relvados devido aos problemas que teve no clube, dos quais, tanto julgo saber, a razão até estava do seu lado, levariam qualquer treinador de futebol a dispensá-lo da convocatória. E ninguém acharia estranho, antes pelo contrário. O que se estranhou foi a sua inclusão, pois a sua forma física, psicológica, técnica, etc aconselhariam o seu afastamento. Então, por que é que isso não aconteceu ? A resposta, já o indiciei e toda a gente sabe, está no Scolari.

Eu não sei se Scolari é um grande treinador de futebol ou não, e se digo isto não é porque não perceba nada de futebol, mas porque só conheço o Scolari de selecções e julgo eu, é terreno pouco fértil para se concluir alguma coisa. (Para quem está com dúvidas : é claro que não percebo nada de futebol, mas o que é que isso tem a ver com eu dar a minha opinião ?) Continuando. Scolari foi campeão pelo Brasil ? E depois ? Adaptando a dito popular, quem treina o Brasil , arrisca-se sempre a ser campeão. O que não se pode negar é o seu palmarés. Basta Wikipar o seu nome pare se ler que praticamente por onde passou teve sucesso, incluindo o Campeonato Regional, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Taça Libertadores da América e Mundial de Seleções. Obviamente que algum, para não dizer muito, mérito tem que ter.

Não sendo capaz de escalpelizar (não estamos a falar de futebol?) as razões do seu sucesso, há pelo menos uma que penso ser capaz de apontar. Scolari gere as selecções que treina como uma família. Os jogadores são seus filhos, os adjuntos são seus irmãos que estão a ajudar a tomar conta dos sobrinhos e o Madaíl é assim uma espécie de primo cheio da nota que emprestou a bola para eles jogarem e que no fim dos jogos paga uns gelados à malta. E como em qualquer família, há regras de comportamento que os seus membros têm de cumprir, sendo uma delas, senão talvez a principal, a defesa intransigente da família pela família. Se a família joga mal, só a família o pode criticar.

Foi o que se passou com as declarações de Scolari depois do jogo com Angola. Jornais, comentadores, pessoas de uma forma geral e o Marcelo criticaram a selecção. Foi pouco, foi fraco. O que é que só podia fazer um bom pai de família ? Obviamente atacar quem está a atacar a família. E assim fez. E deste modo, os jogadores sentiram-se protegidos, agradecidos e mais uma vez como numa família, devedores. Hoje foram eles a ser defendidos, amanhã serão eles a defender.

Não demorou muito. Costinha foi o primeiro e outros se seguirão. E não tenhamos qualquer dúvida que se sofrermos alguma humilhação como há quatro anos atrás, quando a selecção voltar da Alemanha e aqueles que hoje fazem juras de amor à selecção estiverem no aeroporto de garrafão em punho para insultar o Scolari, iremos ver os jogadores a serem os primeiros a defende-lo. Em 2002, nos dias que se seguiram à derrota com a Coreia, António Oliveira foi linchado na praça pública. Onde estavam os jogadores ? Em férias.

Alá pode ser grande mas não refresca


Foto roubada ao RCP ONLINE, estranhamente e aparentemente o único blog criado para o Mundial.

Parabéns


Parabéns ao Tiago Alves pelo primeiro aniversário d'O Telescópio.


Há quem goste dos Corrs e há quem goste das Corrs

13.6.06

A lot of a time, a guy comes up and he hasn’t made up is mind which one he fancies.

Sharon Corr

Mito ou Realidade ?

12.6.06

Alguém me sabe esclarecer se é verdadeiro o mito que diz que o Figueiredo, único branco na equipa de Angola, chora sempre quando está com os colegas no balneário a tomar banho ?