<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7665134\x26blogName\x3dA+Fonte\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://afonte.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://afonte.blogspot.com/\x26vt\x3d6978232382653524933', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

A Fonte

O que há de errado comigo ? Eu não sei nada e continuo limpo.

House fans ...

30.11.06


Baba O'Riley
The Who

Diga NÃO à uniformização

29.11.06

Mais um que lhe caiu o muro de berlin em cima

Como todos os assalariados médios, desconto directamente 31 por cento do meu vencimento para o Estado (20% de IRS + 11% para a Segurança Social). Depois da Caixa de Previdência dos Jornalistas fechar continuarei a descontar o mesmo. Em troca receberei um serviço pior do que recebo. Se quiserem nem me importo de não receber nada. Em troca exigo pagar menos (ao Estado, claro). Quer dizer: caminho rapidamente para os braços de quem me quer dar o direito de escolher entre sistemas públicos, sistemas privados ou sistemas mistos. Repito: o direito de escolher.
João Pedro Henriques no Glória Fácil


(Via A Arte da Fuga)

Este senhor jornalista além de não conseguir perceber que não paga só 11% para a Segurança Social, (será assim tão tapado ?), vem reclamar que a partir de agora vai ter um “serviço pior”. E o que é o “serviço pior” ? É nem mais nem menos que aquilo que toda a gente tem. E depois, e de uma forma arrogante, ainda exige "pagar menos" como se não tivesse sido precisamente isso que fez até agora. Realmente, não há nada como nos tocar no bolso para a realidade nos cair em cima.

Um momento de publicidade

House fans ...




Get Miles
Gomez

We'll always have Paris


A Paris Hilton não deve ser propriamente das pessoas mais apreciadas do mundo, mas eu confesso que lhe acho uma certa piada. Hoje vi pela primeira vez o reality show que ela e a Nicole Richie (que por causa deste post, fiquei a saber que é filha do Lionel Richie) fazem, chamado The Simple Life. Segundo percebi, porque também não consegui ver mais do que 15 minutos, a coisa gira à volta do contraste entre a vida de princesas que elas levam e a vida que é suposto terem no programa. Vivem em casa normais, têm que arrumar a casa, trabalhar para ganhar dinheiro, etc. Enfim, penso que é mais ou menos isto.

Claro que fazem tudo com um misto de desprezo e brincadeira, ou não fossem (pelo menos a Paris) poderes de ricas. E é isto que eu acho piada nela. Podia estar perfeitamente numa ilha paradisíaca a apanhar sol mas ao invés está a fazer um programa de televisão que goza com os pobres. Não é adorável ?

Nunca aparece um condutor alcoolizado quando precisamos

27.11.06

Pedro Arroja


Como não tenho qualquer interesse na eleição para os melhores blogs que a Geração Rasca está a promover, decidi vender os meus votos. Assim, quem estiver interessado deverá enviar um mail para este endereço com a respectiva proposta que será mantida em confidencialidade até ao dia 6 de Dezembro, data em que revelarei a oferta ganhadora e enviarei os votos comprados ao Geração Rasca.

Nota 1 : A publicação aqui n'A Fonte do nome do feliz comprador e dos seus votos será opção do mesmo.
Nota 2 : Por mais que insistam não irei aceitar dinheiro, por isso escusam de oferecer.

I'm gonna make him an offer he can't refuse.

25.11.06

6. Os jornalistas signatários manifestam-se empenhados na defesa da sua Caixa e estão disponíveis para bater-se por ela.

Fresh Air

Roast Kramer

24.11.06
Michael Richards, o inesquecível Kramer, perdeu a cabeça durante um espectáculo de stand-up no Laugh Factory e reagindo a hecklers (são aqueles gajos que nos shows chateiam o artista - qual é a tradução disto ?) insultou-os de pretos para baixo.


Depois, convidado pelo Jerry Seinfeld, falou para o Letterman via satélite, o que talvez não tenha sido a melhor opção.


Neste vídeo, Sinbad, que estava presente no Laugh Factory, fala do que se passou e comenta o pedido de desculpas.


Já agora, um vídeo antigo do Michael Richards a fazer stand-up comedy

Referendo

23.11.06

O debate na blogosfera sobre o aborto já começou há algum tempo. No entanto, depois de ler dezenas de posts ainda não vi nenhum a questionar aquilo que na minha opinião deveria ter sido a primeira questão para ambos os lados :

Depois deste referendo, quando é que vai ser o próximo ?

Ainda hoje, a meu ver inutilmente, muita gente se questiona se o aborto deveria ser assunto para referendos. Eu pessoalmente acho que é, mas independentemente da opinião que cada um possa ter hoje em dia, a realidade é que essa decisão foi tomada em 1998. A partir do momento em que, bem ou mal, o aborto foi referendado, nenhum parlamento tem a legitimidade política para mexer na lei, seja ela a favor ou contra. Felizmente, o nosso primeiro-ministro pensa assim. Se ele alterasse a lei em vigor com a maioria que tem na assembleia o que é que impedia que outra maioria fizesse o mesmo ?

Depois de feito um referendo sobre uma matéria qualquer, e tanto quanto conheço a nossa constituição, nada nela obriga a que seja feito outro, pelo que a decisão de fazer este foi política. Naturalmente questionável, como qualquer decisão política, mas se retirarmos da equação alguma arrogância da esquerda quando fala de “resolver um problema”, passados oito anos a minha percepção é que a sociedade portuguesa, distraída a ver a novela e o futebol, aceitou a decisão.

Até aqui tudo bem, mas e no dia a seguir ? Se é aceitável que oito anos depois os portugueses possam pensar de outra forma, então também o é daqui a outros oito. O que é que impede os partidários do NÃO de exigirem outro referendo em 2015 caso o SIM ganhe ? E porque não antes, se a decisão de o convocar é, como já vimos, política ? E se daqui a oito anos a maioria parlamentar da altura não for favorável à convocação de um novo referendo, terá legitimidade política para o fazer ?

E se o NÃO ganhar ? Como é que os cidadónicos, como a Helena Roseta, vão tentar “resolver o problema” ? Vão esperar mais oito anos ? E os defensores do NÃO vão aceitar que em 2015 se faça outro referendo ? Não terão direito a exigir que o assunto seja enterrado por muitos anos, ou pelo menos por mais do que oito ?

Eu vou votar SIM e agrada-me a possibilidade que a lei possa ser alterada, mas acho que este referendo foi muito mal preparado politicamente. Talvez no fundo o Eng.Sócrates estivesse interessado apenas em calar os cidadónicos e a esquerda caviar, porque outra das minhas percepções é que o resultado vai ser igual ao anterior.

Novidade

21.11.06

Na blogosfera todos os dias há sempre alguma coisa de novo. Hoje a novidade é este blog onde o seu autor publica uma imagem sua em cada post.

Original e bastante divertido.

América Boa, América Má

.

O que é que se dá a uma pessoa que tem tudo ?

1938

20.11.06
Glenn Beck presents Exposed

(via Range-o-Dente e Insurgente)

Weeding Singer

18.11.06


Adam Sandler
You spin me round


Chaplin meets Spielberg

Chaplin e Edna

AVISO

17.11.06
Hoje, no Dia Mundial do Não Fumador, este blog informa que :

No ano 2000, 15% das mortes por cancro do pulmão não estavam relacionadas com o tabaco, 74 % das mortes por cancro não estavam relacionadas com o tabaco e 91 % de mortes por doenças cardiovasculares verificadas nos homens não estavam relacionadas com o tabaco.

Continuação de bom dia.

Efeitos negativos de não levar um par de estalos na altura própria

The Omen

16.11.06

Apaixonado outra vez

15.11.06


De volta

14.11.06


100 Greatest Standups of All Time

13.11.06

A eleição do pódio desta lista estava viciada à partida. Se fosse pedido aos restantes 97 para dizerem quais os três maiores nomes do stand-up comedy, a escolha seria inevitavelmente Richard Pryor, George Carlin e Lenny Bruce. Como disse Jon Stewart no espectáculo de 40 anos de Comédia do George Carlin, os três constituem a santíssima trindade do stand-up. A única curiosidade seria a arrumação dos lugares. Quem seria o primeiro ?

Como já foi referido pelo Alexandre, esta lista comete um erro. Mistura comediantes de stand-up com actores e apresentadores de televisão. Não foi feita uma selecção entre comediantes, embora possam fazer outras coisas, e gajos engraçados que no início de carreira optam por esse caminho. Jim Carrey, Adam Sandler, Kevin Pollack, Paul Reiser, etc, são actores engraçados. Muito engraçados, mas actores. De igual modo, e o caso de Johnny Carson é o melhor exemplo, consideraram os monólogos como comic bits, o que não é bem a mesma coisa. A reacção do público, por exemplo, não é a mesma. Não se pode confundir, no entanto, casos como o de Woody Allen, ou Eddie Murphy ou Steve Martin. Eles foram comediantes de stand-up, que por decisão de carreira deixaram de o ser. Assim como o Robin Williams. Foi, deixou de ser e em 2002 voltou.

O nome de Jerry Seinfeld é um caso especial. Não é que seu humor não seja brilhante, mas a sua posição na lista (12º lugar) é manifestamente o resultado do sucesso de Seinfeld. E aqui sim, um caso de genialidade. Como refere o Dom Irrera, certamente que sem o Seinfeld ele teria na mesma uma carreira de sucesso, mas não acredito que figurasse no top 20 desta lista.

Apesar de terem considerado um gajo que partia melancias em palco, não consideraram a música como meio. Claro que não é propriamente stand-up, mas se o objectivo é apenas fazer rir, então o Stephen Lynch, por exemplo deveria ter sido classificado. Resta-nos a consolação, e como já alguém disse, de o Carrot Top também não estar aqui.

E depois os nomes que faltam : Ricky Gervais, Dane Cook, Sarah Silverman, Craig Shoemaker, Bill Engvall, Kathleen Madigan, Brian Regan, Mitch Hedberg, Joe Rogan, Adam Ferrara, Arj Baker, John Pinette, Todd Barry, etc. E como nota bem Mike Durret, onde estão o Abbot e Costello, o Martin e Lewis, Mel e Reinier ?

Para terminar, uma curiosidade : em 100 nomes há apenas 9 mulheres. Alguém arrisca uma explicação ?

100 Greatest Standups of All Time [1]

12.11.06

Richard Pryor

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [2]

11.11.06

George Carlin

Site Oficial - Wikipedia - IMDB - FCC v. Pacifica Foundation

100 Greatest Standups of All Time [3]



Lenny Bruce

Site Não Oficial - Wikipedia - IMDB - The FBI File

100 Greatest Standups of All Time [4]

9.11.06

Woody Allen

Site Não Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [5]


Chris Rock

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [6]

8.11.06

Steve Martin

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [7]


Rodney Dangerfield

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [8]

7.11.06

Bill Cosby

Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [9]

6.11.06

Roseanne Barr

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [10]

5.11.06

Eddie Murphy

Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [11]


Johnny Carson

Wikipedia - IMDB - The Tonight Show

100 Greatest Standups of All Time [12]


Jerry Seinfeld


Wikipedia - IMDB - The Adventures of Seinfeld & Superman

100 Greatest Standups of All Time [13]


Robin Williams

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [14]


Bob Newhart

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [15]

3.11.06

David Letterman

Wikipedia - IMDB - Late Show

100 Greatest Standups of All Time [16]


Ellen DeGeneres

Site Não Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [17]


Don Rickles

Site Não Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [18]


Jonathan Winters

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [19]

2.11.06

Bill Hicks

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

100 Greatest Standups of All Time [20]


Sam Kinison

Site Oficial - Wikipedia - IMDB

E ainda ...

Mais vinte nomes com um claro predomínio de velhas glórias da comédia americana, umas mais conhecidas, como o Bob Hope e o Milton Berle, e outras menos. Destes, aqueles que conheço melhor (que é pouco mais que quase nada) o stand-up, é o Mort Sahl e o Redd Foxx. Do resto, apenas as breves aparições na televisão.

No capítulo das posições vergonhosas, temos o Bill Maher, com uma embaraçante 38ª posição e como já foi comentado, o Steven Wright, que talvez nem devesse estar aqui nesta lista, mas só na próxima.

Esta lista inclui ainda o genial (ou fraude, conforme as opiniões) Andy Kaufman, imortalizado no filme Man on the Moon, tendo como protagonista o Jim Carrey, que curiosamente também aparece aqui em 36º lugar.